Para o homem que amo

Posted by: Clodoilson

novembro 21st, 2004 >> Homenagens, Que falam de amor

Querido amigo, desculpa por não conseguir dizer de uma forma mais bela e adequada tudo que sinto por ti, um amor suave e sereno que já me modificou profundamente e faz parte do que sou a algum tempo.Todas as coisas de valor devo a ti, vi em teus olhos muitos sóis brilhantes de pura ternura, vi uma majestade que nunca tinha imaginado antes; obrigado pelo abraço, agora me sinto mais leve, agora posso amar o sol e a lua, agora sou uma estrela no céu…

Quando eu andava naquela floresta obscura e úmida observei algo enigmático que apreendeu minha atenção e toda a minha alma, aquela árvore, o sândalo, ela perfumava o machado que a matava, jamais entendi aquilo, mas adorava o perfume suave, e dormia debaixo de qualquer pedra que me abrigasse.

Tantas vezes eu fui o machado, tantas vezes te golpeei tão profundamente, porque não entendia nada do que diziam de ti, porque não aceitava uma verdade simples demais para se aceitar, te feri e teu sangue jorrou em mim, agora estou vermelho, encharcado, ele me perfuma eternamente e agora te olho nos olhos; nos meus há um pouco de vergonha, ternura, admiração, companheirismo e sobretudo amor, que se mostra quase que num leve sorriso; teu corpo é o sândalo, teu sangue é meu perfume, que pena que teve que ser assim, e pensar que te entregastes por inteiro…

Amigo meu! Amigo meu! Amastes-me antes que eu a ti! como és belo em todos os teus atos, em tua forma de luz, em tua sabedoria profunda eu descanso e sei que jamais serei traído, pois não há traição em ti, tão diferente de mim, sois perfeito em todos os teus caminhos.

Peço-te desculpas de novo, não posso imaginar teus olhos sem chorar, é ternura demais para mim, não me olhe assim, quem poderia suportar esta luz? Eu não posso, eu choro demais, eu caio de joelhos e em silêncio tento decifrar a profundidade do infinito.

Com minha boca e minhas palavras escritas quero confessar ao mundo estas coisas que nem sei exprimir ao certo, quero dizer que para sempre sou teu servo, se quiseres; que acredito em tua causa, para sempre; que morrerei por ela, não importa quando; que tudo valerá a pena, mesmo agora; que és homem e Deus na Terra e nos Céus! Que meu coração confessa que és o verbo de Deus e o caminho único que leva ao Ein-Sof, o incriado e perfeito para sempre, Deus!

Por meio de ti alcanço a salvação da minha alma e experimento agora mesmo enquanto escrevo, pedaços do que se conceituaria como Céu, meu paraíso é ser teu por inteiro, meu Senhor e Salvador Jesus Cristo! Te amo.

Comentários do Face

comentários

This entry was posted on domingo, novembro 21st, 2004 at 21:28 and is filed under Homenagens, Que falam de amor. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed.You can leave a response, or trackback from your own site.
21 Responses to “Para o homem que amo”

Clodo, o que dizer se não parabéns? ^^
Muito bonito o texto, de modo que, à medida que fui lendo, fui me arrepiando, sinceramente.

Declarações de amor desse tipo, tão labutadas e belas, merecem todos esses elogios.

21/11/2004 21:33

Mu! Que jeito bonito de dizer que “te amo” pra alguém! ;~~
Você escreve muito bem, minhas congratulações, viu?! XDDDD
Beijinhos! ;***

21/11/2004 21:50

nohh… cara, esse texto nada mais e q um conjunto de verdades retratadas em 1a pessoa… gostei
parabens um

21/11/2004 22:13

paz, luz e amor pra vc mestre Jamiel!
bonita msg
o/

21/11/2004 22:27

Hihih =}
Bonitinho X}
=P
(Ehr… que comentário inútil! =P Um dia eu ainda posto um comentário a altura, viu ; ] )
Beijo =*

amigo q saudades de tc com vc ^^
tou mesmo um pouco sumida
qaunto ao poema vc está de parabens
está muito lindo
parabens mais uma vez

21/11/2004 22:44

ja pensou em fazer um livro de poesia? 🙂

meu filho… fiquei sem palavras…

saudade de você também, muita, muita e muita. Apareça, antes que eu me vá ;_;

22/11/2004 10:15

pô cara, texto bonito o seu… Expressivo pra caramba. Gostei do teu estilo de escrever.
Tens algo publicado oficialmente? Pra o caso de não, deveria pensar nisso.

Flw cara.

22/11/2004 13:17

Olá Clodoilson ! Antes de tudo, parabéns pelos versos. Admiro-te muito não só pelo poder de alti-eloquência encharquados nas entrelinhas dos seus escritos, mas também pela figura simpática do grande amigo e gente fina que és!

Sobre o “Para o homem que amo”, gostei bastante do texto, que mostra seu amor ao amigo, Jesus Cristo. Mesmo não sendo cristão, admiro bastante a metaforia dos seus atos e palavras. A citação do sândalo que perfuma o machado que o fere, foi divina ! Me lebrou muito uma música da Legião Urbana ! Parabéns.

Fica aqui meu comentário. Um grande abraço, feliz natal e próspero ano novo ! ^^

22/11/2004 16:03

qnt tempo hein?

22/11/2004 17:08

isso nao e um comente meu irmao, isso e um desejo de felicidade, pq eu te adoro e vc sabe disso, muita paz mestre e muita felicidade que vc merece, to com muita saudade 😉

*…*

Esse espaço em branco é pra expressar sem palavras aquilo q sinto.. Não tenho palavras pra dizer o qto é belo teu amor!

Lindo demais

Feliz Ano Novo. Td de bom pra vc!

22/11/2004 18:07

Daniel Navarro Says:
novembro 22nd, 2004 at 18:21

Muito linda esse texto, msg, poesia sei la.. eu num curto muito essas coisas mais eu adorei, efim, o que vc escreveu ai.. me tocou por dentro 😀

22/11/2004 18:21

Nossa…Mu_ sem nem oq dizer… me arrepiei lendo akele texto maravilhoso seu! (foi mei atrasada mas eu liiii hehehe) Desejo q vc se inspire cada vez mais e escreva muito mais textos tao belos quanto este! Que o teu Deus tao amado por ti, te guie e ilumine sempre teus passos… Um grande abraço XD e continue assim! bjus =*** LiliTH__

22/11/2004 18:37

PhAnToM_Of_MeTaL Says:
novembro 22nd, 2004 at 18:41

ei vei, gostei geral, o kra q ama mata o amado?? ele está arrependido de algo??, eu sempre fui ruim em literatura, mas por sorte sempre passei de ano nessa matéria
aehaeaheaehaeh

22/11/2004 18:41

PhAnToM_Of_MeTaL Says:
novembro 22nd, 2004 at 18:57

aew %!@$&@# eu ja comentei aqui??
saudades de vc
falow aew meu chapa!!

22/11/2004 18:57

Puxa ! Que lindo… realmente, o sangue de nosso Salvador é como o perfume do sandalo que nos banha… e quantas vezes nós continuamos a ser machados, ferindo cada vez mais?
Ei, Mu queria q vc desse uma olhada na minha galeria http://www.rivania.deviantart.com ; yasmin e Muriel estão lá… ^_^

22/11/2004 19:08

Senti vontade de chorar.

02/06/2007 17:11

KRAK!!!!!!!!!!!!! TU TA ESCREVENDO D++++++++!!!!!!!!!!!
PARABENS!!!!!!!PARABENS!!!!!!!!PARABENS!!!!!!!

Natalia Porto Says:
novembro 12th, 2008 at 17:58

Meu amigo Clodoilson… o que dizer? Realmente, vc sabia que eu amaria esse texto… é verdade: EU AMEI! Parabéns pelo blog! Vindo de vc só poderia ser de alto nível mesmo.
Bjos!

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: