Pintura em Vermelho

Ah… hoje o sol me disse que era dia de brincar com facas, Hoje a sua luz veio calada e depositou um brilho suave no jardim, Olhando o lugar pensei que ele sussurrava um nome…Ah… hoje é dia de brincar com uma criança, hoje é dia de Brincar com facas…

Share
 Leia o texto na íntegra (18 Comentários)

18 de setembro de 2004 por
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (28 votos, média: 4,93 de 5)
Loading ... Loading ...


Aliforme Desepero

Antigamente eu queria dizer muitas coisas… Queria gritar, queria mostrar e dividir o que sinto, Queria desabafar…Toda criança quer mostrar seu novo brinquedo E comemorá-lo com as outras, inebriada de Alegria…

 Leia o texto na íntegra (22 Comentários)

30 de julho de 2004 por
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (27 votos, média: 4,93 de 5)
Loading ... Loading ...


Monólogo do deus da lama

A Grande Revolta pousou em minha alma! Que desgraça! Que desgraça! O corvo dilacera meu ombro esquerdo! Grito horrendo! Pavoroso! Como pude?! Quando aconteceu? Por que, eu, fagulha divina resplandecente, Deixei-me limitar pelas paredes de fumaça do ego humano? Carcaça podre, matéria mansão dos vermes! Gaiola de um deus como eu…

Share
 Leia o texto na íntegra (10 Comentários)

25 de maio de 2004 por
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (24 votos, média: 4,96 de 5)
Loading ... Loading ...


Poesia de um dia cinza

O orvalho do capim parece sua armadura de prata refletindo o céu cinza que insiste em chorar sobre nós. Vem o vento, enquanto tenta enxugar suas lágrimas corta-nos com suas lâminas tão finas, tão finas… Ouvem-se os passos que aos poucos vão se tornando mais volumosos, ouço meus pensamentos, quase serenos, quase confusos, quase só [...]

Share
 Leia o texto na íntegra (6 Comentários)

13 de março de 2004 por
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (26 votos, média: 5,00 de 5)
Loading ... Loading ...


Gritos agonizantes de um coração sangrando

A dor profunda vem invadindo a carne imitando uma bárbara adaga fria, enfiada por um cão danado entre minhas costelas e a bacia; grito meu grito abafado que ecoa como que de uma caverna sombria lotada de condenados, dói o peito, rasga-se a alma e o corpo fica em agonia.Pobre daquele cujo coração não experimentou [...]

Share
 Leia o texto na íntegra (6 Comentários)

25 de janeiro de 2004 por
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (23 votos, média: 5,00 de 5)
Loading ... Loading ...


A substância negra nos átrios

Venho a ti, ó tenebrosa criatura chamada mentira, venho dizer-te que te repudio, a obra que te tem por alicerce logo vem à ruína, tua vida é curta, sois senhora da ilusão humana. Quero dizer-te, não mais me iludirás, odeio a ti, não quem tu corrompes, é assim que me vingarei, assim se manifestará a [...]

Share
 Leia o texto na íntegra (1 Comentário)

18 de janeiro de 2004 por
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (23 votos, média: 4,96 de 5)
Loading ... Loading ...


Canção do exílio

Minha terra tem lixeiras, Onde catam os cheira-colas; Os mendigos que por aqui vagueiam, Pelejam para roubar. Nosso céu se torna cinza, Nossas várzeas, maus odores, Nossos bosques são vendidos, Nossa vida sem penhores…

Share
 Leia o texto na íntegra (6 Comentários)

18 de janeiro de 2004 por
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (25 votos, média: 4,96 de 5)
Loading ... Loading ...